Leituras: Se não eu quem vai fazer você feliz?

Desde quando soube que esse livro existia, quis lê-lo. Gosto demais de biografias, ainda mais nesse caso, que seria uma chance de conhecer melhor a história de alguém cujas canções embalaram boa parte da minha adolescência.

O livro foi escrito pela Grazi, viúva do Chorão e começa contando sobre sua vida antes de conhecê-lo, onde morava e o que gostava de fazer. Depois, ela fala sobre como eles se conheceram (e como a música “Proibida pra mim” conta essa história), os primeiros passos da banda, relatos do cotidiano dos dois, da cumplicidade, das dificuldades que enfrentaram tanto em relação à grana quanto em relação ao relacionamento. Ela apoiou muito o Chorão e lendo o livro pude ver que grande parte do que ele conquistou foi por tê-la ao lado, incentivando e acreditando no sonho do CBJr. tanto quanto ele.

Mas ela também conta dos problemas, do temperamento difícil dele, da sua insegurança, do seu ciúme, do seu machismo e por fim, dos problemas com as drogas que culminaram na sua morte. A leitura foi muito gostosa, fluida e me senti acompanhando a história de perto, vibrando e sofrendo com eles. Acho legal conhecer as pessoas por detrás da fama, ver o lado humano delas. E com isso concluí que:

1- Nem sempre o amor é suficiente pra superar as dificuldades do dia a dia;

2- Nossos ídolos e as pessoas que admiramos são humanas: tem falhas e virtudes, como todos nós.

Ainda não assisti o documentário sobre ele, “Marginal Alado”, que está disponível na netflix, mas pretendo fazê-lo em breve.

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s