Leituras: Falso Espelho

Sempre quis trazer dicas de livros por aqui e falar da minha percepção a respeito da leitura deles. Não sou crítica, não manjo desses paranauês, mas acho legal dividir partes e reflexões que me tocaram durante uma leitura.

Sei que 2020 ainda não acabou, mas posso afirmar que Falso Espelho, da Jia Tolentino, foi meu livro preferido desse ano. Esse é o tipo de livro que faz com que a gente queira ler tudo de uma vez, porque é uma leitura fluida e interessantíssima, ao mesmo tempo em que não queremos terminar muito rápido pra não ficarmos “órfãos” de algo que mexe tanto com a gente. Eu sou muito assim com os livros que eu gosto, ficou com pena de ler rápido demais e vou intercalando com outras leituras pra poder saborear cada página sem medo de acabar sem eu nem me dar conta. Aconteceu isso enquanto eu assistia a série Queer Eye. Não vi a quantidade de episódios de cada temporada e quando me dei conta, aff, acabou. Como assim?

Eu gosto muito de leituras sobre a sociedade, de análises de comportamento, de linhas do tempo e comparativos e acho maravilhoso quem sabe fazer essa vai e vem e consegue conectar todas as coisas de um jeito que faz sentido. Queria muito ser assim, mas minha cabeça bagunça um pouco as ideias. Talvez seja falta de prática, quem sabe exercitando mais a escrita eu consiga melhorar essa questão.

Não lembro ao certo onde foi que eu vi a indicação dessa leitura, mas provavelmente foi no instagram. Tenho uma pasta de arquivos só de referências de leitura, uma lista que nunca tem fim. Comprei, sentei pra ler e logo no primeiro capítulo o tema é internet. Era o assunto que eu estava questionando aos montes, repensando, querendo entender como tudo mudou tão rápido e como nos tornamos tão dependentes dessa conexão. Não lembro se já falei, mas costumo brincar que são os livros que me encontram, e não o contrário e esse livro chegou exatamente num momento em que eu estava estudando sobre isso (até gravei alguns episódios do podcast sobre esse tema).

O livro tem 9 ensaios sobre temas diversos, mas que se conectam entre si. Ela fala sobre casamento (uma visão com a qual me identifico demais sobre essa indústria milionária e performática que o casamento virou e sobre a não vontade de fazer parte de tudo isso. É possível viver com uma pessoa sem a necessidade de uma formalização, viu?); a respeito de mulheres “difíceis” e de como esse tipo de mulher quando está exposta na mídia, especialmente, tem suas vidas controladas e julgadas e de que como o sexismo está presente em tudo; sobre a construção das personagens mulheres na literatura (meninas que desejam viver grandes aventuras como Anne de Green Gables, adolescentes que começam a perceber que seu único destino é o casamento e mulheres adultas que lidam com a enfadonha vida de viver para marido, casa e família.

Ela também fala sobre sua experiência de participar de um reality show enquanto ainda era adolescente, sobre sua criação religiosa e sua experiência com drogas e sobre a cultura do estupro perpetuadas nas universidades através das fraternidades, além de falar das gerações de golpistas que se dão bem (como Trump e Bezzos).

Eu não queria terminar esse livro tão rápido (e nem foi tão rápido assim) e adoraria poder ser amiga da Jia, comer um lanche conversando com uma mulher tão inteligente, aqueles papos em que a gente mergulha nos assuntos e esquece de tudo ao redor. Sinto que termino essa leitura querendo ler mais autorAs mulheres (salvei todas as referências que ela cita no livro) e quero muito escrever mais, organizar melhor as ideias, colocar o que penso pro mundo, debater, estudar e aprender. Se eu pudesse recomendar só um livro pra você ler esse ano, certamente seria esse.

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s