Eu voltei!

DSC_7905

Estou recomeçando o blog depois de 6 anos compartilhando meu processo em busca de uma vida que fizesse mais sentido pra mim. Desde 2013 criei esse espaço para registrar minhas reflexões, angústias e transformações. Nos momentos em que tudo aquilo que havia sido certo pra mim por tanto tempo começou a esmorecer, escrever foi meu alento e me ajudou a organizar as ideias e os sentimentos que ferviam dentro de mim. Mas a gente muda e faz parte reconhecer que é preciso deixar coisas pra trás e que isso não significa que desejamos apagar o que vivemos, mas que aquelas experiências cumpriram seu papel e que é tempo de respirar novos ares. 

Mesmo compreendendo que é preciso andar por novos caminhos (e eles tem sido igualmente estimulantes e desafiadores), senti muita falta de escrever. Escrever sempre foi a minha forma de colocar aquilo que acredito para o mundo e sinto que consigo me expressar muito melhor escrevendo do que falando. E para além do curto espaço do instagram, senti uma vontade de poder me sentar e deixar os sentimentos saírem do meu coração (e as ideias da minha mente) e escoarem através dos meus dedos nas teclas do computador.

Ao longo desses 6 anos muita coisa aconteceu, desde experiências maravilhosas que me fizeram querer gritar pra todo mundo ouvir o quanto eu me sentia feliz, até aquelas que doeram igual bater o dedinho do pé na quina do móvel. Doeu por fora e também doeu por dentro. A dor fez morada, depois partiu. A alegria se instalou e depois bateu asas. Eu mudei por dentro, depois mudei por fora, mudei de novo e sigo mudando.

E isso é bom, né? Poder experimentar algo, ver se funciona, abandonar uma determinada coisa se percebermos que isso não está funcionando bem na dinâmica da nossa vida… Hoje eu vejo a ideia de viver de forma mais simples muito no sentido de fazer com que nossa vida seja menos complicada (dentro do que é possível, já que querer viver sem problemas é uma grande ilusão) e onde podemos ser cada vez mais nós mesmos, de uma forma genuína e natural. Quando encontramos o alinhamento perfeito entre o que pensamos (nossos valores, ideais, sonhos) e o que conseguimos fazer na prática.

Enquanto desbravamos as possibilidades que o mundo nos oferece pode acontecer da gente abandonar algo que naquele momento não fez mais sentido, mas que pode voltar a fazer. Voltar a escrever aqui é retomar algo que foi bom, que em um determinado momento não fez sentido, mas que nesse reencontro comigo mesma percebi o quanto me faz bem. Então vejo esse momento como um recomeço, com uma Bruna mais madura e com a mesma vontade de traduzir em palavras o que se passa do lado de dentro.

Bem vindos de volta!

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s